CMP – Companhia Metalgraphica Paulista
Volume de lata de aço reciclada no Projeto Prolata cresce 79% no 3º trimestre

Volume de lata de aço reciclada no Projeto Prolata cresce 79% no 3º trimestre

Post 04-11

Por meio do Projeto Prolata foram recicladas 3.835,14 toneladas de embalagens de aço pós consumo de julho a setembro de 2020

Entre julho e setembro de 2020, o Projeto Prolata reciclou 3.835,14 toneladas de embalagens de aço, totalizando crescimento de 79% se comparado ao mesmo período do ano anterior, segundo levantamento da associação Prolata. De janeiro a setembro de 2020, a iniciativa somou mais de 12 mil toneladas de latas de aço pós consumo recicladas, um aumento de 102% em comparação com o mesmo período de 2019.

Segundo os dados compilados pela Prolata, os Estados que mais reciclaram no terceiro trimestre de 2020 foram Rio Grande do Sul (1.602,90 toneladas), Paraná (1.301,53 toneladas) e São Paulo (581,61 toneladas). No compilado de janeiro a setembro de 2020, Rio Grande do Sul permanece em primeiro lugar, com 4.623,92 toneladas; mas São Paulo assume a vice-liderança, somando 3.002,27 toneladas; Paraná está em terceiro, com 2.687,29 toneladas.

Criada em 2012 pela Associação Brasileira de Embalagem de Aço (Abeaço), a Prolata tem como objetivo permitir que as latas de aço pós consumo sejam descartadas de forma correta pelos consumidores e revalorizadas em siderúrgicas, transformando-as em novas latas ou em outros itens que utilizam o aço como matéria-prima. Em todo o Brasil a Prolata tem parceria com 47 cooperativas, 18 entrepostos e duas siderúrgicas, além de 46 Pontos de Entrega Voluntária (PEVs).

“Nossa meta é chegar a 55 cooperativas e 25 entrepostos parceiros até o fim de 2020. Todo material revalorizado pelo Prolata é rastreado via notas fiscais de saída dos parceiros e entrada nas siderúrgicas parceiras, garantindo a destinação ambientalmente adequada das embalagens de aço pós consumo”, explica Thais Fagury, presidente da Abeaço e diretora da Prolata.

Até o momento, a Prolata tem quatro termos de cooperação firmados: com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), com o GAEMA da Baixada Santista, com o Ministério Público do Mato Grosso do Sul e com a Secretaria do Meio Ambiente do Paraná. A Prolata foi a primeira entidade gestora para logística reversa de embalagens reconhecida pelo MMA. “Nosso objetivo é criar condições para que a cadeia de reciclagem da lata de aço seja de fácil acesso e atinja a maior parte da população, envolvendo os fabricantes de latas, fabricantes de produtos, cooperativas, consumidor final e indústria siderúrgica”, finaliza Thais.

Fonte: Tem Sustentável – 22/10/2020


About the Author

André Rodrigues

 

Be the first to comment “Volume de lata de aço reciclada no Projeto Prolata cresce 79% no 3º trimestre”