CMP – Companhia Metalgraphica Paulista
Paraná reciclou mais de 2.500 toneladas de latas de aço pelo Prolata

Paraná reciclou mais de 2.500 toneladas de latas de aço pelo Prolata

Post 11-11 v2

De janeiro a setembro de 2020, o Projeto Prolata reciclou pouco mais de 2.687 toneladas de embalagens de aço no Estado do Paraná, segundo levantamento da associação Prolata. Só no último trimestre (de julho a setembro) foram recicladas 1.301 toneladas de latas de aço pós consumo, colocando o Paraná em terceiro lugar dos Estados que mais reciclam no país em 2020 por meio da iniciativa.

Paraná é o Estado que mais tem cooperativas parceiras da Prolata: são 20, localizadas nas cidades de Cascavel, Colombo, Curitiba, Fazenda Rio Grande, Londrina, Maringá, Reserva e São José dos Pinhais. Entre elas está a Cooperativa Moranguinho, de São José dos Pinhais. Segundo Irineu Guimarães, presidente da cooperativa, são coletadas cerca de quatro toneladas de latas de aço por mês, vindas especialmente de pontos de coleta voluntária (PEVs) de grandes varejistas e colégios da região. O Estado conta ainda com três entrepostos da Prolata, situados nas cidades de Londrina, Maringá e São José dos Pinhais.

Criada em 2012 pela Associação Brasileira de Embalagem de Aço (Abeaço), a Prolata tem como objetivo permitir que as latas de aço pós consumo sejam descartadas de forma correta pelos consumidores e revalorizadas em siderúrgicas, transformando-as em novas latas ou em outros itens que utilizam o aço como matéria-prima.

Termo de cooperação no Paraná

A Prolata assinou em 2014 um termo de cooperação com a Secretaria do Meio Ambiente do Paraná. O termo consiste na ampliação dos esforços no Estado, incluindo entrepostos, cooperativas e a regionalização do volume retirado de latas de aço pós consumo. Além desse, a associação tem outros três termos firmados com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), com o GAEMA da Baixada Santista e com o Ministério Público do Mato Grosso do Sul.

A Prolata foi a primeira entidade gestora para logística reversa de embalagens reconhecida pelo MMA. “Nosso objetivo é criar condições para que a cadeia de reciclagem da lata de aço seja de fácil acesso e atinja a maior parte da população, envolvendo os fabricantes de latas, fabricantes de produtos, cooperativas, consumidor final e indústria siderúrgica”, explica Thais Fagury, presidente da Abeaço e diretora da Prolata.

Em todo o Brasil, a Prolata tem parceria com 47 cooperativas, 18 entrepostos e duas siderúrgicas, além de 46 PEVs, que acumulam mais de 12 mil toneladas de latas de aço recicladas de janeiro a setembro de 2020. “Nossa meta é chegar a 55 cooperativas e 25 entrepostos parceiros até o fim de 2020. Todo material coletado e vendido é atrelado às notas fiscais de comercialização entre cooperativas e siderúrgicas, garantindo a rastreabilidade das embalagens de aço pós consumo”, finaliza Thais.

Sobre a Prolata

A Prolata é uma associação sem fins lucrativos, criada em 2012, pela cadeia de valor dos fabricantes de latas de aço no Brasil. Iniciativa da Associação Brasileira de Embalagem de Aço (Abeaço) e coordenação e patrocínio em conjunto com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas (ABRAFATI) para o cumprimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), Lei no 12.305/10, e demais políticas públicas de âmbitos federal, estadual e municipal, a Prolata obtém recursos de seus associados e parceiros investidores, os quais são integralmente aplicados na manutenção e desenvolvimento de seus objetivos.

Fonte: RedePRESS – 20/10/2020


About the Author

André Rodrigues

 

Be the first to comment “Paraná reciclou mais de 2.500 toneladas de latas de aço pelo Prolata”