CMP – Companhia Metalgraphica Paulista
Pandemia acelera transição para economia circular

Pandemia acelera transição para economia circular

Post 02-07

Isolamento faz empresas reavaliarem impacto do processo produtivo no meio ambiente, enquanto consumidores refletem sobre hábito de consumo e geração de resíduos

Com o isolamento social adotado devido a pandemia de Covid-19, os consumidores estão notando quanto resíduo é gerado diariamente e repensando seus hábitos de consumo, optando por produtos que não gerem tanto lixo ou com resíduos que possam retornar à cadeia produtiva.

Até então estávamos pautados pelo modelo de consumo linear, que considera apenas a produção, o consumo e o descarte pós-consumo. Este modelo acelera o esgotamento de recursos e não considera a revalorização de resíduos. A pandemia vem trazendo reflexões sobre a necessidade de rever e mudar a forma como consumimos, colocando nos holofotes a Economia Circular.

Esse foi o tema da live realizada no Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho) e que reuniu Thais Fagury, presidente da Associação Brasileira de Embalagem de Aço (Abeaço); Beatriz Luz, fundadora da Exchange 4 Change Brasil; Eduardo Rajabally, diretor e documentarista; Gui Brammer, fundador e CEO da Boomera; e Sylvio Rocha, produtor e sócio diretor da Tocha Filmes.

“Temos que adotar uma economia para prosperar, não para crescimento”, enfatiza Thais ao fazer um paralelo entre a Economia Circular e a Economia Linear. “Não temos como retornar ao velho modelo (linear) porque não vamos prosperar. Devemos pensar em forma cíclica, engajar todos os elos da cadeia produtiva.”

Segundo Beatriz Luz, o lema “produzir mais com menos” não tem mais espaço na nova realidade. “Essa postura só retarda o desgaste. A Economia Circular vai além da eficiência e da sustentabilidade do sistema produtivo e de consumo. Exige um novo mindsetting integrando toda a cadeia de valor, na qual tudo é pensado desde o início.”

A fundadora da Exchange 4 Change Brasil destaca que, apesar do desafio da transição para a economia circular, a pandemia está acelerando o processo. O isolamento está fazendo as empresas refletirem sobre o impacto do processo produtivo no meio ambiente, enquanto os consumidores reavaliam a necessidade de mudar e rever o próprio consumo.

A Economia Circular está virando critério para empresas desenvolverem novos produtos, aponta Gui Brammer. “As empresas que eliminarem o resíduo no pós-consumo ganharão mais consumidores”, avalia. “A Economia Circular ajuda a pensar diferente sem abrir mão dos resultados e do desenvolvimento sustentável.”

Eduardo Rajabally, diretor e documentarista, intermediou o bate-papo. Ele resumiu que a boa prática ambiental é um bom negócio. É o que aponta o documentário longa-metragem “Um presente à provado de futuro”, que teve um trecho exibido durante a live. Sylvio Rocha, produtor do longa e sócio diretor da Tocha Filmes, acredita no papel da informação para despertar a sociedade. “O filme é um modo de alcançar as pessoas que não conhecem a Economia Circular, fazendo-as refletir sobre sua parcela no consumo atual.”


About the Author

André Rodrigues

 

Be the first to comment “Pandemia acelera transição para economia circular”