CMP – Companhia Metalgraphica Paulista
Mais de 23 mil equipamentos de proteção individual – EPI foram doados para cooperativas parceiras do Prolata em 2021

Mais de 23 mil equipamentos de proteção individual – EPI foram doados para cooperativas parceiras do Prolata em 2021

Post 16-02

Buscando garantir a segurança dos cooperados durante o manuseio dos materiais pós-consumo, a Prolata, associação sem fins lucrativos criada em 2012 pela ABEAÇO (Associação Brasileira de Embalagem de Aço), doou 23.588 EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para as suas cooperativas parceiras no ano de 2021,e neste ano contou com o apoio da ABRAFATI (Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas) e da siderúrgica Gerdau. Thais Fagury, presidente de ABEAÇO (Associação Brasileira de Embalagem de Aço) e diretora da Prolata, conta que a utilização de EPIs, como máscaras, luvas, botas e protetor auricular é obrigatória.

Desde 2015, já foram doados 61.507 EPI’s para os 15 estados onde estão distribuídas as cooperativas: Bahia (5.290), Ceará (3.541), Goiânia (2.365), Maranhão (403), Minas Gerais (5.390), Mato Grosso do Sul (829), Mato Grosso (574), Pernambuco (972), Paraná (13.865), Rio de Janeiro (1.033), Rio Grande do Norte (1.273), Rio Grande do Sul (4.630), Santa Catarina (486), São Paulo (16.418) e Distrito Federal (4.438).

“O equipamento de proteção individual é fundamental para garantir a segurança dos cooperados. Inclusive, é necessário treinamento sobre o uso correto e adequado destes equipamentos, bem como a conservação e armazenamento dos mesmos”, acrescenta Thais Fagury.mazenamento dos mesmos”, acrescenta Thais Fagury.no lixo de recicláveis já que é classificado como resíduo comum pela Resolução CONAMA 469 e passíveis de revalorização. A sugestão da Prolata, para evitar que o recipiente acabe se transformando em um foco do mosquito da dengue, é fazer um furo no fundo da embalagem, o que evitará o acúmulo de água.

Fonte: Siderurgia Brasil – 27/01/2022

Tags:

About the Author