CMP – Companhia Metalgraphica Paulista
Enlatados são uma alternativa saudável; veja caso a caso.

Enlatados são uma alternativa saudável; veja caso a caso.

post 18-03

Com a correria do dia a dia, consumir alimentos enlatados é uma forma rápida, prática e conveniente de preparar diversas receitas sem perder muito tempo. “Que pena que não são saudáveis”, você poderia pensar. A boa notícia é que alimentos enlatados são muito nutritivos.

Entre os pontos positivos desse tipo de alimento está a composição das latas: quando feitas de aço é necessário usar bem menos conservantes –que podem até mesmo ser dispensados.

Atum: Em comparação com outros alimentos enlatados, o atum é menos processado e tem um grande valor nutricional. A lata com óleo possui cerca de 1 g de ômega 3. Além disso, possui proteínas, cálcio, magnésio, fósforo e ferro. A única ressalva é ter, em média, cerca de 362 mg de sódio, enquanto o fresco contém apenas 30 mg. Mas existem opções com teor mais baixo de sódio: sempre compare as embalagens antes de comprar. Uma porção de 100 g de atum em óleo tem cerca de 166 kcal. Já a versão in natura, tem aproximadamente 118 kcal.

Ervilha: Algumas das ervilhas em latinha são conservadas apenas em água e nesses casos elas podem ser sim uma boa opção, principalmente quando não contêm (ou contêm pouco) sal.

Sardinha: A sardinha em lata possui mais ômega 3 do que in natura, já que o peixe vai com espinha e algumas vísceras para o recipiente. Também oferece uma boa quantidade de cálcio: 550 mg.

Molho de tomate: Os molhos de tomate industrializados são práticos e facilitam muito a vida de quem tem pressa de cozinhar uma massa, por exemplo.

Milho: A versão enlatada é um pouco menos calórica do que o milho em espiga –98 e 138 kcal, respectivamente. Isso acontece porque durante o cozimento, a espiga transmite gordura e carboidrato para o grão.

Fonte: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2019/05/07/enlatados-podem-ser-uma-alternativa-mais-saudavel-veja-caso-a-caso.htm

Tags:

About the Author