CMP – Companhia Metalgraphica Paulista
Prolata coleta 535 mil quilos de latas de aço pós-consumo na Baixada Santista em 2021

Prolata coleta 535 mil quilos de latas de aço pós-consumo na Baixada Santista em 2021

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Post 24-02

Programa ainda encerra o ano com 55 pontos parceiros, dois entrepostos e cinco cooperativas de catadores no local

A Prolata, associação sem fins lucrativos criada pela Associação Brasileira de Embalagem de Aço(Abeaço), fechou 2021 com excelentes resultados na Baixada Santista. Ao todo, 535 mil quilos de latas de aço pós-consumo foram coletadas para o reaproveitamento e destinação correta, o que diminui o impacto de resíduos sólidos no meio ambiente.

A associação encerrou o ano com 55 pontos parceiros (lojas de varejo de tintas e construção, localizadas nos municípios de Santos, São Vicente, Cubatão, Guarujá, Praia Grande, Bertioga, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe); dois entrepostos parceiros localizados nos municípios Itanhaém e São Vicente e cinco cooperativas de catadores parceiras nos municípios de Bertioga, Cubatão, Guarujá, Santos e São Vicente.

Além da gestão dos meios de recebimento de latas de aço pós consumo, a Prolata presta apoio às cooperativas parceiras. De acordo com Cristine Fulchini, coordenadora de cooperativas Prolata, o apoio prestado vai desde a regularização das cooperativas, passando pela doação de EPIs (equipamentos de proteção individual) à suporte para a adequação de layout produtivo. —A cooperativa ABC Marbas, de Cubatão, recebeu a intervenção de Kaizen, melhorando os fluxos de produção— complementa Cristine.

Thais Fagury, presidente de Associação Brasileira de Embalagem de Aço(Abeaço) e diretora da Prolata, reconhece a importância das ações realizadas em 2021. —Fortalecer o sistema de logística reversa na região litorânea é um trabalho constante e, com o apoio dos nossos parceiros e do Ministério Público local, através do núcleo Gaema da Baixada Santista na figura da promotora de justiça Dra. Almachia Zwarg Acerbi. Os resultados estão sendo bastante positivos para o meio ambiente —afirma.

Desde o início da operação do Prolata na Baixada Santista, em 2019, foram coletadas, ao todo, 942 toneladas de latas de aço pós-consumo.

Fonte: Portal Fator Brasil – 22/01/2022

Tags:

About the Author